Marcelo não fala sobre questões internas de Espanha e espera reciprocidade

Marcelo e Felipe VI já se encontraram dez vezes em dois anos

Em entrevista ao jornal espanhol "El País", o chefe de Estado português sublinha que Portugal tem "excelentes" relações com Espanha e espera que as eleições europeias de 2019 sejam "uma expressão de propostas positivas e não de insatisfação".

Os dois chefes de Estado vão visitar uma feira de 'start-ups' com algumas empresas portuguesas e depois irão discursar numa sessão solene na Universidade de Salamanca, que celebra os seus 800 anos, durante a qual o coro universitário cantará "Acordai", de Fernando Lopes Graça e José Gomes Ferreira.

O programa desta visita ao país vizinho e principal parceiro económico de Portugal "permitirá ilustrar a vitalidade do relacionamento cultural, académico e económico entre ambos os países, bem como manter contacto com a comunidade portuguesa em Espanha", lê-se na mesma nota. "Não pode haver uma política europeia forte com sistemas políticos de estados-membros débeis".

"Portugal já manifestou pelo seu governo a compreensão para com a razão e a oportunidade da intervenção de três amigos e aliados, limitada a estruturas de produção e distribuição de armas estritamente proibidas pelo direito internacional e cujo uso é intolerável e condenável", começou por afirmar o Presidente da República, nas cerimónias do Dia do Combatente, centenário da Batalha de La Lys, no Mosteiro da Batalha.

"Do mesmo modo que eu penso que o Reino de Espanha não sente ciúmes em relação a Portugal porque Portugal está a ter agora relações económicas em países que não apenas o Brasil que integram o universo ibero-americano - e têm-se multiplicado essas relações, e a presença empresarial portuguesa -, assim também Portugal não tem ciúmes e vê com apreço a presença espanhola no universo lusófono", respondeu. "Perdemos muito tempo", indica.

No seu entender, olhar com preocupação para a aproximação entre Angola e Espanha "é ver sem perspetiva aquilo que se está a passar".

Segundo uma nota divulgada pela Presidência da República, esta deslocação, que surge na sequência da visita de Estado dos reis de Espanha a Portugal em novembro de 2016, "pretende reforçar o nível de excelência que caracteriza as relações bilaterais entre os dois países, em todas as suas dimensões".

Portugal e Espanha convergem na União Europeia "em matérias tão sensíveis como a união bancária, o quadro financeiro plurianual, a política sobre migrações, a política de segurança e a política de defesa", salientou. "Não me passa pela cabeça pronunciar-me sobre a vida dos meus dois irmãos".

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Exército sírio anuncia reconquista total de Guta Oriental, último reduto rebelde
Nessa sexta, EUA, França e Reino Unido lançaram um ataque contra instalações da Síria em retaliação ao suposto ataque químico. O Exército sírio anunciou ter reconquistado integralmente o reduto rebelde em Ghouta Oriental, perto de Damasco.

Síria. Ataque na zona de Homs
Afirmou também que mísseis não interceptados impactaram um centro de pesquisa, onde se encontra um laboratório científico e um centro educativo, e que houve apenas danos materiais.

Odair fecha treino e faz mistério no Inter para estreia no Brasileirão
Arbitragem: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão, auxiliado por Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (trio de Goiás). Um minuto depois, William Pottker recebeu lançamento e fez o passe para Nico disparar um chute que tirou tinta do travessão.

Mesmo após ataques aéreos, Assad lança ofensiva contra rebeldes na Síria
Já os americanos e aliados justificam a ofensiva como um recurso ao uso de armas químicas por parte do governo sírio contra a população de Douma.

Outras notícias