Barril de Brent supera US$ 80 pela primeira vez desde 2014

O valor do barril de petróleo da Opep se situou em maio acima dos 45 dólares mais que o dobro do nível mínimo que alcançou no início do ano

O barril de petróleo Brent cotou-se hoje a 80 dólares no Intercontinental Exchange Futures (ICE) de Londres, pela primeira vez desde 2014, com os investidores a temerem uma queda da produção na Venezuela e no Irão.

Nos EUA, o barril de "light sweet crude" (WTI) para entrega em junho era negociado, às 7h15 de Brasília, a US$ 72,07, uma alta de 58 centavos na comparação com a véspera.

O temor a que novas sanções sobre o Irã e a diminuição do fornecimento da Venezuela reduzam o nível de oferta global estão entre os principais motivos para o subida do produto, conforme analistas.

Numa reação àquelas penalizações económicas impostas por Washington a Teerão, a petrolífera francesa Total anunciou na quarta-feira que vai abandonar o projeto iraniano South Pars 11 (SP11), um dos maiores campos de gás do mundo e explicou que 90 por cento do financiamento procede de entidades norte-americanas.

Segundo informações do portal G1, a alta na cotação do petróleo tem impactado no preço do combustível no Brasil, que vem registrando reajustes consecutivos. O preço do diesel A passará de R$ 2,3082 para R$ 2,3302 na próxima sexta-feira, 18, uma alta de 0,95%. Já o preço da gasolina A nas refinarias passará de R$ 2,0046 para R$ 2,0407 o litro, no mesmo período, o que representa um aumento de 1,80%. É provável que o preço do petróleo continuará crescendo. "E não só se trata de números de barris, mas de qualidade", alerta a AIE no relatório mensal, que situa o preço do petróleo Brent acima dos 77 dólares.

arrecadação com participações especiais somaram outros R$ 6,5 bilhões nos três primeiros meses deste ano, contra R$ 5,4 bilhões no 4º trimestre de 2017.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

TRF4 nega último recurso de José Dirceu
Num dos trechos do documento enviado ao STF, estava uma tentativa de recálculo da pena do ex-ministro. No mês passado, a 4a Seção do Tribunal Regional Federal já havia negado os embargos infringentes.

Bas Dost está "chocado" mas agradece aos "verdadeiros adeptos do Sporting"
Por conta das agressões, os treinos desta quarta e quinta-feira foram cancelados e os atletas só voltarão a trabalhar na sexta. Logo depois, surgem informações de que também Jorge Jesus foi agredido.

OFICIAL: Casillas continua mais uma época no FC Porto
O Jornal de Notícias refere que o guarda-redes espanhol aceitou reduzir o salário para continuar ao serviço dos portistas. Estou feliz e, pondo tudo na balança, há coisas mais importantes do que o factor económico.

António Costa: "Selvajaria não pode ficar impune"
O primeiro-ministro está a pronunciar-se sobre as agressões no Sporting, garantindo que "as forças de segurança têm agido para assegurar a punição dos criminosos de Alcochete".

Outras notícias