Coentrão não vai ao Mundial

Fábio Coentrão renuncia ao Mundial:

Na publicação, pode ler-se que o jogador não se sente nas "condições necessárias", depois de uma época que considerou "desgastante", e que já comunicou a sua vontade ao selecionador nacional, Fernando Santos.

Fábio Coentrão diz que falou com o selecionador na semana passada e afirma que a decisão foi tomada "depois de uma grande ponderação".

Coentrão garante também que esta não é uma despedida: "Jamais virarei as costas ao meu País, e espero poder vir a representar a nossa Seleção mais vezes no futuro". Até lá sou e serei sempre mais um a torcer por fora, até breve.

Fábio Coentrão contabiliza 52 internacionalizações e cinco golos pela seleção 'A' - a que se juntam mais 26 jogos e 15 golos pelas seleções jovens. O ex-jogador do Real Madrid e com duas Copas no currículo, o camisa 5 dos Leões pediu ao treinador Fernando Santos, que não o convoque, por questões físicas.

O lateral-esquerdo não foi cria da base do Benfica, já que foi revelado pelo pequeno Rio Ave, mas foi nos Encarnados em que ele obteve maior destaque na carreira. A última vez que Coentrão jogou por Portugal foi no dia três de Setembro de 2017, contra a Hungria, numa partida a contar para a qualificação para o Mundial.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Sérgio Guizé e Bianca Bin passarão férias no sítio do ator
Angatuba é a cidade onde mora Lima Duarte , que trabalhou com os dois em " O outro lado do paraíso ". Na viagem romântica, os atores curtiram momentos relaxantes na mesma cachoeira no meio do mato.

NES Classic Mini regressa no fim de junho
Este aparelho e o SNES Classic Edition devem ficar disponíveis até o fim do ano. Na época, a Nintendo não esperava ter tanto sucesso com o mini NES Classic.

Facebook suspende 200 aplicativos em investigação de uso indevido de dados
O Facebook está em pleno vapor para cumprir as promessas que Mark Zuckerberg fez em seu depoimento ao Senado americano.

Margot Kidder (1948-2018): morreu a Lois Lane dos anos 1980
Margot iniciou sua carreira no cinema em 1968, no filme canadense The Best Damn Fiddler from Calabogie to Kaladar . A informação foi revelada esta segunda-feira por uma agência funerária do estado norte-americano de Montana.

Outras notícias