Páscoa impulsiona turismo junto dos portugueses e espanhóis

Turismo do Centro analisa de forma positiva a Páscoa na região

Apesar de não haver ainda dados de abril disponíveis no INE, permitindo comparar Páscoa com Páscoa, a Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA) adianta que a taxa de ocupação-quarto caiu 9,7% em abril, comparativamente com o mês homólogo do ano passado (em que decorreu a Páscoa), situando-se em 58,3%.

Principal mercado para Portugal no que se refere a dormidas, o mercado britânico, que representa 18% das dormidas de não residentes voltou a registar quebras, mantendo o que vem sendo a tendência dos últimos meses.

Nas estatísticas de março, acelerou a subida nas dormidas de nacionais, registando-se um crescimento de 16,3% contra 7,9% em fevereiro, traduzindo-se em 1,1 milhões de dormidas, "resultado influenciado pelo efeito de calendário do período da Páscoa, com impacto no final do mês".

No total de hóspedes, o mês de março de 2018, em comparação com o mesmo mês em 2017, registou um aumento percentual de 13,2%: tinham sido 197.140 em março de 2017 e foram 223.133 no mesmo mês de 2018. No entanto, o mercado externo também reagiu à Páscoa, principalmente o mercado espanhol, "tradicionalmente sensível ao 'efeito Páscoa'", que cresceu uns "expressivos" 75,1% em Março.

O mercado interno foi responsável por com 2,7 milhões de dormidas entre janeiro e março, um aumento de 10,5% face ao homólogo de 2017.

No primeiro trimestre do ano, para além do aumento de Espanha, o realce vai para os crescimentos apresentados pelos mercados sueco (+22,8%), norte-americano (+22,3%) e brasileiro (+16,3%).

Quanto a França (8,1% do total de dormidas), registou-se um aumento de 11,8% em março, um valor superior ao verificado no primeiro trimestre do ano (+11,3%). Nos primeiros três meses do ano, este mercado apresentou uma diminuição de 11,7%, dando continuidade às reduções verificadas desde o segundo trimestre de 2017.

A actividade continua a crescer ao longo de todo o território, com particular "destaque para o Alentejo, que cresceu 29,9%, mas também para o Norte, que expandiu 18,9%, e Centro, com +17,4%".

Em março, a variação face ao período homólogo foi de 17,5%, para 220 milhões de euros.

Segundo a agência de estatísticas portuguesa, a estada média (2,64 noites) reduziu-se 1,1% (+4,7% no caso dos residentes e -3,2% nos não residentes). O Norte, Alentejo e Centro foram as regiões com mais crescimento nestas variáveis.

O rendimento médio por quarto disponível (RevPar) atingiu, em março, os 37,3 euros, um aumento de 16,8% face ao mesmo mês de 2017.

Por tipologia, o maior aumento do RevPar foi nas pousadas (+32,1%).

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Estreia de 'Segundo Sol' movimenta as redes sociais
Laureta repreende Karola por se atrasar para a cerimônia fúnebre de Beto. Durante o funeral, Karola anuncia que está esperando um filho de Beto.

PF prende delator da Lava Jato em operação contra lavagem de dinheiro
Segundo o UOL, a polícia federal o aponta 'Cabeça Branca' como o maior traficante de drogas do Brasil e um dos maiores do mundo. Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Manual lançado pela 'CBF' argentina ensina a conquistar mulheres russas
O manual, então, foi retirado dos presentes no evento e devolvido mais tarde, sem as páginas com as dicas polêmicas. O jornalista Ignacio Catullo compartilhou nesta 3ª feira (15.mai.2018) imagens do manual em sua conta no Twitter.

Mulher é encontrada decapitada com os braços amarrados para trás
Conforme o delegado, a suspeita é de que a mulher tenha sido morta na noite de domingo (13) em outro local e deixada onde foi encontrada.

Outras notícias