Senhor das armas: Barbieri declara culpa por tráfico internacional

Frederick Barbieri confessa tráfico internacional de armas

O brasileiro Frederik Barbieri, preso em fevereiro no sul da Flórida, se declarou culpado de contrabandear armas semiautomáticas para o Brasil, informaram as autoridades americanas.

Barbieri, de 46 anos, admitiu sua culpa em "exportar ilegalmente armas, acessórios para armas e munições do sul da Flórida para o Rio de Janeiro, no Brasil", escreveu o escritório de migração ICE em um comunicado.

Barbieri, conhecido como "Senhor das Armas", foi responsável pelo envio de 60 fuzis para o Brasil em junho do ano de 2017 A polícia apreendeu as armas que estavam dentro de aquecedores de piscina em contêineres vindos de Miami.

Segundo as investigações, Barbieri uniu-se a outros suspeitos para obter armamentos com número de série apagado e enviar pacotes com essas artefatos a serviços de entrega internacionais sem notificar que as remessas eram de artigos de defesa.

De acordo com especialistas, a pena do traficante pode chegar a 25 anos de prisão. Ele também responde pelos crimes de formação de quadrilha, com o objetivo de cometer crimes contra os EUA, e de exportação de artigos de defesa sem licença. Fontes da promotoria da Flórida dizem que a confissão faz parte da decisão do brasileiro de colaborar com a Justiça em troca de uma redução da pena.

O traficante é investigado desde 2009 no Brasil, no entanto, fugiu para os Estados Unidos, onde conseguiu a cidadania americana.

Desde junho de 2015 a Justiça brasileira decretou sua prisão, mas só em junho do ano passado ele entrou para a lista da Interpol.

As informações são do Serviço de Imigração e Controle de Aduana norte-americano, publicadas pela Agência Brasil. No entanto, o governo explicou que houve um pedido de documentação complementar.

A Justiça norte-americana deve definir em 19 de julho a sentença de Barbieri. Os pedidos de cooperação jurídica internacional entre os países para produção de provas encontram-se em andamento.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Grupo de Lima faz último pedido por suspensão de eleição na Venezuela
O Grupo de Lima foi formado em agosto de 2017 para avaliar a situação na Venezuela e buscar uma solução diplomática para a crise no país.

Governo Temer abraça pauta LGBT e obriga estados aderirem ao programa
A abertura está marcada para esta terça-feira (15) quando serão relatadas as ações desenvolvidas. Uma das demandas apresentadas pelos estados é a destinação de recursos para execução das ações.

Família adota urso pensando ser cachorro e só descobre após 2 anos
Primeiro eles tentaram enviar o animal para um zoológico, mas sem a certidão de nascimento, isso não foi possível. O pet pesa cerca de 200 quilos.

Fachin determina abertura de inquérito contra caciques do MDB no Senado
Braga vai ser investigado no inquérito que Fachin mandou a Polícia Federal realizar, em prazo de 60 dias, com coleta de provas. De acordo com a denúncia, o dinheiro foi repassado para as campanhas eleitorais do MDB em 2014, a pedido do PT.

Outras notícias