Tévez anuncia data de aposentadoria e diz que será treinador ou dirigente

Cesar Greco  Palmeiras

"Quando terminar o meu contrato, no final do ano que vem, penduro as chuteiras".

No entanto, com um dos salários mais altos do mundo, Tévez não teria se adaptado ao novo país e retornou ao seu clube do coração depois de uma temporada na Ásia. O jogador do Boca Juniors revelou seus planos em entrevista ao programa Pasión por el Fútbol, do Canal 13, da Argentina, revelando quando pretende encerrar a carreira. "Não jogarei em outra equipe e vou me aposentar com a camisa do Boca", comentou em relação a sua aposentadoria. Mas quer disse que nada será feito imediatamente após a aposentadoria. Primeiro tenho de preparar-me. E se agora faço cara feia em campo é porque as coisas não saem como quero.

Atualmente ao serviço do Boca Juniors, Carlos Tévez esteve vários anos no futebol europeu, com maior destaque ao serviço do Manchester United, City e Juventus.

Em 2018, Tevez atuou em 15 partidas, com quatro gols marcados.

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

Filho do lateral-esquerdo Marcelo protagoniza brincadeira com jogadores do Real Madrid
O lateral-esquerdo da seleção brasileira, Marcelo publicou no Instagram com os dizeres "Orgulho do papai". Até o fechamento dessa matéria o vídeo contava com quase dois milhões de visualizações.

PF pede 60 dias em inquérito de Temer, Padilha e Moreira
Ao menos dois deles confirmaram terem feito entregas no local, o que corrobora a delação da Odebrecht . Todos eles negam o recebimento de recursos ilícitos e o envolvimento com irregularidades.

PF prende delator da Lava Jato em operação contra lavagem de dinheiro
Segundo o UOL, a polícia federal o aponta 'Cabeça Branca' como o maior traficante de drogas do Brasil e um dos maiores do mundo. Os presos serão conduzidos à Superintendência da Polícia Federal em Curitiba onde permanecerão à disposição da Justiça Federal.

Com a presença de Centurión, Argentina anuncia lista de jogadores
Após essa definição, o time argentino fará um amistoso de despedida no país, dia 29 de maio, contra o Haiti, em La Bombonera. O mesmo vale para o goleiro Franco Armani, do River Plate. É pouco provável que aconteça o mesmo com Centurión.

Outras notícias