The House That Jack Built de Lars von Trier ganha primeiro trailer

Da esquerda para a direita o ator suíço Bruno Ganz o diretor dinamarquês Lars Von Trier e os americanos Matt Dillon e Siobhan Fallon Hogan chegam à exibição de

Lars Von Trier retornou ao Festival de Cannes como sempre se espera dele: cercado de polêmicas.

Após três anos de ausência, Lars von Trier ("Ninfomaníaca - Vol. 2") está finalmente de regresso ao grande ecrã. The House That Jack Built estreia este ano nos nossos cinemas e será distribuído em Portugal pela Leopardo Filmes. Carregadas de toneladas de sangue e violência gráfica ao som de "Fame" de David Bowie, as primeiras imagens da longa-metragem confirmam a inconfundível assinatura do realizador.

Reclama-se muito na Croisette de um certo viés misógino e sexista do filme, pela maneira desrespeitosa como representa as mulheres (vistas como presas na visão do assassino). Os espectadores vão poder experienciar as matanças sob o ponto de vista de Jack, sendo cada uma descrita como uma forma de arte. Ao longo da história, conhecemos as descrições de Jack sobre sua condição pessoal, problemas e pensamentos a partir de uma conversa recorrente com o desconhecido Verge (Bruno Ganz) - uma mistura grotesca de sofisticação com uma auto piedade quase infantil e explicações profundas que, para Jack, são manobras perigosas e difíceis.

O novo filme do cineasta, "The House That Jack Built", chocou o público do evento.

Entre as vítimas do assassino estarão nomes como Uma Thurman (Kill Bill: Volume 1, 2003), Siobhan Fallon Hogan (Deuses americanos, 2017) e Sofie Gråbøl (The killing, 2012).

Elogiado pela crítica, seu filme foi mantido na competição e a atriz americana Kirsten Dunst obteve o prêmio de melhor interpretação pelo papel de uma noiva depressiva.

És fã do trabalho de Lars von Trier?

Relacionado:

Comentários

Últimas notícias

MP denuncia empresária que prendeu empregada na área de serviço
O caso foi denunciado pelo Ministério Público do Rio em 2014 e a Justiça Estadual declinou a denúncia à Justiça Federal. O trabalho começava às 7h e só terminava meia-noite, sem intervalo de descanso ou folga semanal.

STF pode dar hoje desfecho a uma 1ª ação da Lava Jato
Participam do julgamento os ministros Edson Fachin (relator), Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski e Celso de Mello. A denúncia foi oferecida em outubro de 2015 pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

Os 35 jogadores pré-convocados para o Mundial — Seleção
Relativamente ao eixo, e para além dos três campeões europeus - Pepe, Bruno Alves e José Fonte -, a lista contempla Luís Neto, Rolando e Rúben Dias.

Roberto Mancini deixa o Zenit e fica próximo da seleção italiana
Esta será a primeira vez que Mancini vai treinar uma seleção, depois de ter passado seis clubes ao longo da sua carreira. A confirmação do novo treinador deve ser feita em 20 de maio, segundo a federação italiana.

Outras notícias